Condições psicossociais de trabalho de enfermeiros num estabelecimento prisional

Palavras-chave: Riscos psicossociais, Segurança e Saúde do Trabalho, Enfermeiros, Meio Prisional

Resumo

Os riscos psicossociais relacionados com o trabalho são identificados como uma das grandes ameaças contemporâneas para a saúde e segurança dos trabalhadores, sendo os profissionais de saúde dos grupos mais expostos a estes riscos, nomeadamente a classe dos enfermeiros. Este estudo tem como objetivo perceber quais as implicações destes riscos na saúde dos trabalhadores e de que forma se pode intervir nas situações de trabalho, com vista a uma melhor saúde, segurança e bem-estar dos mesmos. Através de uma revisão bibliográfica e um estudo empírico com 26 enfermeiros a trabalhar um estabelecimento prisional, procurou-se perceber o tipo de condições psicossociais de trabalho a que se encontram expostos estes profissionais. Os dados obtidos permitiram concluir que as exigências emocionais, cognitivas e a influência no trabalho foram evidenciados como os fatores de risco mais problemáticos. Mais de metade dos inquiridos referem uma carga de trabalho acumulada, não tendo tempo para completar todas as tarefas do seu trabalho. O ritmo de trabalho é apresentado como acelerado, em virtude da grande afluência de reclusos.

Publicado
2023-01-18
Secção
Artigos