Avaliação da Fadiga Laboral e de Lesões Músculo-Esqueléticas Relacionadas com o Trabalho realizado numa Indústria de Mobiliário

  • Ana Pereira ISLA - Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia
  • Manuel Freitas ISLA - Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia
  • Hernâni Veloso Neto ISLA - Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia https://orcid.org/0000-0002-4959-057X
Palavras-chave: LMERT, Fadiga Laboral, REBA, Indústria do Mobiliário

Resumo

Este estudo analisa a exposição a riscos de Lesão Músculo-Esquelética Relacionada com o Trabalho (LMERT) e de Fadiga Laboral em trabalhadores de uma unidade fabril da Indústria de Mobiliário. Esta empresa é constituída por onze funcionários, tendo-se focado o estudo em oito trabalhadores afetos à área da produção. Foi-lhes aplicado o Questionário da Fadiga Laboral e Sintomatologia Músculo-Esquelética (Neto, 2013) e, a partir dos resultados, foram selecionados dois trabalhadores com sintomatologia músculo-esquelética mais incidente. Foram estudadas as posturas adotadas pelos mesmos durante a realização das tarefas, aplicando-se o método REBA naquelas posturas que revelavam maior disfuncionalidade anatomofisiológica. Os resultados mostram que os trabalhadores apresentam um nível moderado de falta de energia e um nível elevado de exposição ao risco de LMERT associado às posturas adotadas durante a realização das tarefas, razão pela qual foram propostas medidas de controlo para a mitigação dos riscos analisados.

Publicado
2023-01-18
Secção
Artigos