Risco de LMERT, Fadiga Laboral e Queimadura em Profissionais de Engomagem

  • Carla Sofia Monteiro
  • Manuel Freitas
  • Daniel Tomé
  • Hernâni Veloso Neto ISLA
Palavras-chave: Engomagem, Fadiga Laboral, LMERT, Queimaduras, REBA

Resumo

Os profissionais do ramo da engomagem estão expostos a vários fatores de risco profissionais. No ato de “passar a ferro” destaca-se a postura de pé estática, os movimentos repetitivos com o membro superior dominante e a temperatura elevada dos equipamentos utilizados. Este estudo avalia o risco de Lesão Músculo-Esquelética Relacionada com o Trabalho (LMERT), de queimaduras e de fadiga laboral em trabalhadores da engomagem. Para tal, foi aplicado um questionário para recolha de informação sobre fadiga laboral e sintomatologia músculo-esquelética, assim como o método REBA para avaliação das posturas adotadas pelos trabalhadores. Os resultados evidenciam que existe risco de LMERT, sobretudo na engomagem com recurso ao ferro tradicional, seguido da calandra. Os trabalhadores referem ter sintomatologia de desconforto corporal nas zonas do pescoço, dorsal, lombar, ombro, punho e joelho direitos, e em ambos os tornozelos. Perante estes resultados, foram propostas medidas de controlo para eliminar e/ou reduzir os riscos profissionais

Publicado
2021-01-25
Secção
Artigos