Avaliação de Fadiga Laboral e Lesões Músculo-Esqueléticas Relacionadas com o Trabalho numa Secção de Mistura de Cortiça

  • Bárbara Simões Rodrigues ISLA
  • Manuel Freitas
  • Daniel Tomé
  • Hernâni Veloso Neto
Palavras-chave: Fadiga Laboral, LMERT, REBA, RULA, KIM

Resumo

A Fadiga Laboral e as Lesões Músculo-Esqueléticas Relacionadas com o Trabalho (LMERT) constituem riscos profissionais emergentes. As condições e organização do trabalho, as posturas adotadas, a movimentação manual de cargas e a repetitividade de movimentos revelam-se como fatores de risco importantes a considerar pelas empresas. A aplicação de metodologias de avaliação de risco de LMERT e sobrecarga física, assim como o uso de instrumentos de recolha de dados junto dos trabalhadores, constitui-se fundamental para a identificação dos fatores de risco associados aos postos de trabalho, bem como para a elaboração e posterior implementação de propostas de medidas de controlo a adotar. No âmbito desde estudo foram aplicadas as metodologias REBA, RULA e KIM, assim como o Questionário sobre Fadiga Laboral e Sintomatologia Músculo-Esquelética aplicados a quatro trabalhadores de uma unidade fabril da indústria da cortiça. Os resultados deste estudo determinam que a amostra está exposta a níveis elevados de fadiga laboral e de riscos de LMERT. A sintomatologia músculo-esquelética referenciada revela que a zona lombar é a mais afetada, sendo esta transversal a todos os trabalhadores. 

Publicado
2021-01-24
Secção
Artigos